Programação – Mostra de Dança

Postado por ascom em 12 de agosto de 2016


CAIXA ECONÔMICA FEDERAL APRESENTA

MOSTRA NACIONAL DE DANÇA DO 41º.  FESTIVAL DE INVERNO DE CAMPINA GRANDE

 “Dance, dance, se não estamos perdidos” – é com esse dizer da grande Pina Bausch que venho saudar mais uma edição da Mostra Nacional de Dança deste Festival. Tempos difíceis, tempo de seca, que castiga nosso povo sedento, não só de água, mas de tantas outras coisas. Tempos de desencantos, de medos, de utopias esquecidas. Tempos líquidos, em que tudo parece tão descartável. Como suportar o existir, sem aquilo que nos lança para a dimensão do sonho e do encantamento? Sim, dancemos. Dancemos o amor e o desamor. Dancemos a fé e desesperança. Dancemos, sempre, para nos lembrar que a vida é movimento e que nada é definitivo. Tudo haverá de passar: a dor, os lamentos, a mediocridade, o poder dos que muito podem e nada fazem. Estamos vivos! Chegamos até aqui, somos sobreviventes. São 41 anos de luta, teimosia e resistência. Atravessamos tantos golpes e tantas ditaduras, as da História e as que se impuseram em nosso caminho, pela má vontade e insensibilidade de muitos. Sim, precisamos dançar, celebrar, denunciar, se não… estaremos todos perdidos. Nos palcos, nas praças, nas ruas e dentro de cada um de nós, que tudo se mova, que tudo dance, que tudo se renove. O espetáculo vai começar, abramos os olhos e o coração. É tempo de festa!

Myrna Agra Maracajá
Coordenadora da Mostra Nacional de Dança do 41º.
Festival de Inverno de Campina Grande

PROGRAMAÇÃO

:: Dia 15/08/16

Espetáculo: “Canção Desesperada”
Grupo: Cia. Corpo em Trânsito – PB

Hora: 10h
Local: Feira Central de Campina Grande

Inspirada nos poemas de Pablo Neruda, a Cia. Corpo em Trânsito, idealizou a intervenção urbana “ Canção Desesperada”. Tecendo os sonetos de amor de Neruda no corpo, propõe trazer à cena urbana, imagens, memórias e sensações que façam o transeunte mergulhar num espaço e tempo desenhados pelo discurso amoroso. Um pensar e sentir para os tempos dos amores liquefeitos.

Ficha Técnica

Direção: Myrna Maracajá
Criadores-intérpretes: Daniel Slid, Erik Breno, Giordana Leite, Jéssica Taveira, Myrna Maracajá, Vagner Gomes.

Cia. Corpo em Transito

Espetáculo: “Três Luas”
Grupo: Primeiro Ato- MG

Hora: 20h
Local: Teatro Municipal Severino Cabral

Hilda Hilst em sua sabedoria e eruditismo, escolhe como parceiro para esse júbilo o não menos erudito Zeca Baleiro e, juntos, provocam com essa obra impulsos de um amor pleno, que se enaltece, orgulhoso de seu preenchimento, comemorado e pleno, independente de ser amado.

O desafio é grande como grande é o prazer de nos juntarmos a essas forças artísticas que traduzem paixão, lirismo e delicadeza poética, buscando amor e permanência. A dança embala o movimento por onde passa Ariana e Dionísio.
As musicas do CD “Ode Descontínua e Remota para flauta e Oboé de Ariana para Dionísio”, já trazem em si uma dramaturgia que, acrescida das vivências e memórias de cada bailarino, também criador, tornaram essa uma viagem ao universo do amor idealizado, platônico, vivido como sonho e desejo, como “voz e vento”. Força e Lirismo, sagrado e profano, delicado e sutil o gesto ganha palavra e se faz presença como desejo e ambição. Uma obra concebida e dirigida por Suely Machado, uma homenagem ao amor, à doce maturidade de amar.

Ficha Técnica:

Concepção, encenação e direção coreográfica: Suely Machado
Assistente de Direção: Marcela Rosa
Estudo e criação do movimento: Alex Dias, Ana Virginia Guimarães, Danny Maia, Lucas Resende, Marcela Gozzi, Marcela Rosa, Pablo Ramon, Vanessa Liga.
Estagiários: Carlos Júnior, Mariana Ragone.
Maitre de Ballet: Betinna Bellomo
Produção: Regina Moura
Assistente de produção: Eliana Capovilla
Desenho de Luz: Telma Fernandes
Figurino: Pablo Ramon
Trilha sonora: Poemas de Hilda Hiust musicados por Zeca Baleiro “Ode descontínua e remota de Ariana para Dionísio”
Identidade visual: Reciclo Comunicação
Fotografia: Guto Muniz
Operação de luz: Edimar Pinto
Operação de som: Fabrício Galvani
Assessoria de imprensa: Infinita Comunicação
Coordenação financeira: Jacqueline Costa

1º ATO

:: DIA 16/08/16

Espetáculo: “Mostra Tribal Fusion”
Grupo: Ônix Tribal – PB

Hora: 17h
Local: Palco Caixa – Praça da Bandeira
 
A Mostra Tribal Fusion traz para o público belíssimas apresentações coreográficas do Tribal Fusion, um estilo de dança que dialoga com outras estéticas da dança, tendo como base de fundamentação o ATS® (American Tribal Style), fundindo-se com outros estilos étnicos, derivados das Danças Indiana, Árabe, Flamenco e mais contemporaneamente o Street Dance.

Ficha Técnica:
Direção: Andreza Rodrigues
Bailarinas Ivina Nunes, Sarah Alves, Ana Cristina, Diana Costa e Andreza Rodrigues.
Sonoplastia: Andreza Rodrigues
Composição coreográfica: Tribal Fusion e ATS® – Andreza Rodrigues
Figurinos: Andreza Rodrigues
Confecção de Figurinos: Individual Cia ônix

Espetáculo: "Mostra Tribal Fusion"

Coreografia: Rainha das Dríades, do ballet Don Quixote
Bailarina: Marina Carneiro – PB  

Hora: 17h
Local: Praça da Bandeira

Don Quixote é um ballet com muito heroísmo, romance e sonhos. O ballet acontece na Espanha e conta a história do cavaleiro Don Quixote e suas aventuras de sonhos em busca de sua amada Dulcinéia. A variação da Rainha das Dríades acontece no segundo ato do ballet, onde Don Quixote se envolve nos seus sonhos e encontra as dríades, o cupido e sua amada Dulcinéia.

Ficha técnica:

Músico compositor: Ludwing Minkus.
Coreografia: Marius Petipa e Alexander Gorsky.

MARINA - solo praça

Espetáculo: “Elances”
Grupo: Ballet da UEPB – PB

Espetáculo: “Elances” Grupo: Ballet da UEPB – PB Hora: 17h
Local: Praça da Bandeira 

Que tipo de relação temos com o próximo e com nosso próprio “eu”? Quais as relações existentes nessa população simples, de personalidade forte e lutadora? Como nos relacionamos com o mundo, com o nosso mundo…?

Ficha técnica:
Reitor: Rangel Junior

Pró – Reitor de Arte e Cultura da
UEPB: Francisco Pereira

Direção do Centro Artístico Cultural da UEPB: Patrícia Lucena

Coordenação Pedagógica: Waleska Amador

Direção Artística: Fredson de Sousa

Coreografia: Jefferson Freitas

Iluminador: Napoleão Gutemberg

Confecção de figurinos: Silvia Rocha.

Técnico:Thiago Barreto.
Elenco: Agne, Maria Clara, Otávia Ohana, Harrison Alves, Sayonara Belarmino, Maxwell Araújo, Aline Ferreira, Victor Belmino, Roberta Lima.

 

:: 17/08/2016

Espetáculo:  “Frágil: ensaios sobre o tempo no corpo”
Bailarina: Ana Marques – PB

Hora: 21h
Local: Teatro Municipal

Bailarina: Ana Marques - PBA inspiração para composição coreográfica parte de fontes diversas que trazem informações sobre os corpos mutilados, suas metamorfoses, a dor, e sua degradação material. Estas vão da percepção de fotografias familiares, exames médicos, músicas que remetem às memórias da intérprete-criadora sobre a passagem do tempo, como também, das obras de alguns artistas surrealistas e texto de Samuel Beckett.

Ficha Técnica: Direção Artística – Pedro Pires
Concepção e Coreografia – Gleidson Vigne
Produção Executiva – Tenara Gabriela
Ensaiadora – Fabiana Nunes
Assistente de Coreografia – Laura Ávila
Figurinos-  Handred- André Namitala
Iluminação Paulo Cesar Medeiros
Cenografia – Gleidson Vigne e Leo Celin
Composição musical Gleidson Vigne e Eduardo Prado
Coordenação de Logística – Thiago Piquet
Projeto Gráfico – Karla Kalife
Maitre de Ballet – Rosângela Souza (Nêga)
Professora de Ballet – Fabrícia Cavalcante
Pianista – Tatiana Dumas
Administradora – Valkyria Gagliardi Behera
Secretária Executiva – Mônica Behera Vianna
Presidente da AACCBCN – Fran Mello
Sonoplasta – Valdenir Corrêa
Camareira – Betty Lopes
Médico – Carlos Henrique Bittencourt
Fisioterapeutas – Helton Freitas e Michelle Costa
Auxiliar de Serviços Gerais – Janaína Lyra
Bailarinos – Alex Sena, Alexandra Araújo, André Liberato, Bruna Lopes, Carla Moita, Carol Martins, Claudio Rabelo, Diego Cruz, Gilson Paixão, Isa Kokay, Janaína Castelleti, Jayme Tribuzy, Jeanete Guenka, João Corrêa, Jonathan Carvalheira, Lara Benevides, Leonardo Vieira, Luiz Kerche, Luiz Menezes, Mariana Mesquita, Mirna Nijs, Robson Schmoeller, Simone Lorenzi e Tiago Oliveira.
Produção – KBMK Empreendimentos Culturais
Patrocínio – O Boticário na Dança, a Prefeitura de Niterói, o Governo do Rio de Janeiro, a Secretaria de Estado de Cultura e a Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro.
Realização – AACCBCN

Intérprete Criadora: Ana Marques
Músico compositor da trilha sonora: Matheus Pimenta
Design e execução de luz: Fabiano Diniz
Contra-regra e apoio: Clewerson Santos
Direção de pesquisa de movimento: Jerônimo Vieira
Fotografias: Giovanna Ismael

 

Coreografia: “Odette”, do ballet O Lago dos Cisnes
Bailarina: Marina Carneiro – PB

Hora: 21h
Local: Teatro Municipal
É um ballet dramático em quatro atos, onde a variação de Odette é no segundo ato, quando o príncipe Siegfried encontra Odette no lago e se apaixona por ela, que também responde ao sentimento mas tem medo, por ser uma princesa transformada em cisne pelo bruxo Rothbart.
 
Fica Técnica:
Músico compositor: Tchaikovsky.
Coreografia: Julius Reisinger

Coreografia: “Paquita”
Bailarina: Marina Carneiro – PB

Hora: 21h
Local: Teatro Municipal
Paquita é uma ballet de Pantomima. Significa dizer que é um ballet em que as bailarinas se manifestam mediante a mímica, gestos e expressões. Sua história acontece na Espanha, durante a ocupação de Napoleão. É dividido em dois atos e três cenas, onde a primeira variação de Paquita se apresenta no segundo ato, seguida por outras variações.

FichaTécnica:

Músico compositor: Edouard Delvedez.
Coreografia: J. Mazilier e Marius Petipa.

Bailarina: Marina Carneiro – PB

Espetáculo: “Uma viagem pelo Cinema”
Grupo: Cia. Passo a Passo

Hora: 21h
Local: Teatro Municipal

A Cia de dança Passo a Passo apresentará um espetáculo de produção autoral intitulado “Uma noite no cinema”. O espetáculo trará uma releitura de filmes, roteiros, personagens e trilhas sonoras, expressada por meio da linguagem da Dança do Ventre e apresentadas através de cenas independentes.

A construção do espetáculo contou com um processo de escolha dos filmes pelas próprias Bailarinas/intérpretes e investigação sobre o tema. A partir daí, iniciou-se a construção das coreografias e escolha de figurinos, trilha sonora e adereços. Esse processo foi compartilhado entre as bailarinas envolvidas, se caracterizando em um trabalho de criação e ajuda de todas as envolvidas no processo.

Ficha técnica

Direção: Roberta Soares
Concepção do espetáculo: Roberta Soares, Danielly Inô e Sílvia Soares
Dançarinos:  Roberta Soares, Danielly Inô, Sílvia Soares, Renata Pontes, Larissa Lucena, Juliana Oliveira, Mariana Maciel, Bruna Pontes, Priscilla Gibson, Júlia Pontes, Letícia Mélo e Rafaella Chaves.
Iluminação: Napoleão Gutemberg
Trilha sonora: trilhas dos filmes
Figurinos: Emenildes Barbosa, Irece, Cris Iglesias e Jailza.
Coreografia: O Coletivo
Projeções em Vídeo: Roberta Soares e Fernanda Oliveira
Assistente de palco e de produção: Paulo Roberto e Matheus Oliveira
Realização: Núcleo de dança Passo a Passo

Grupo: Cia. Passo a Passo

Espetáculo: “SHOAH”
Grupo: Sem Censura Cia de Dança- PB

Hora: 21h
Local: Teatro Municipal

A arte nos dá a possibilidade de ver resquícios de beleza e poesia naquilo que provoca dor. O espetáculo não tem a pretensão de mostrar o genocídio irretratável do holocausto, mas apenas expressar através da dança momentos que fazem menção a experiências vividas durante esse período.
Os judeus preferem usar a expressão “SHOAH”, que significa calamidade, holocausto… Por sua vez, possui um significado relacionado com a prática da expiação de pecados por incineração, o que alivia o peso da catástrofe e permite a perpetuação do antissemitismo.

FICHA TÉCNICA

Direção Geral e artística: EVANA ARRUDA e STELLA PAULA
Coreografia, EVANA ARRUDA, CAIO NUNES
Elenco: ANA FLÁVIA LINS, BYANCA RIBEIRO, CAMILA PÉREZ, EVANA ARRUDA, FERNANDA ALBUQUERQUE, LARISSA ARAGÃO, TATHIANA RANGEL
Participação: SOPHIA MONTENEGRO
Figurino: EVANA ARRUDA, TATHIANA RANGEL        
Designer de Luz: ALINE MONTENEGRO
Projeção EVANA ARRUDA
RUCKER BEZERRA
Produção: TATHIANA RANGEL

Grupo: Sem Censura Cia de Dança- PB

Apresentação pocket do espetáculo a ser apresentado à noite, no Teatro Municipal
Grupo: Ballet da Cidade de Niterói- RJ

:: Dia 19/08/2016

Participação especial das Escolas de Dança do IPEN, Teatro Municipal e Palácio das Artes Suellen Carolini

Hora: 17h
Local:  Palco CAIXA – Praça da Bandeira
•    O Palácio das Artes Suellen Carolini tem como objetivo, proporcionar a criança e ao adolescente um espaço artístico cultural de qualidade, oportunizando o desenvolvimento de suas potencialidades artísticas, descobrir talentos e promover a inclusão social. O Palasc mostrará o brilho e a beleza dos tesouros encontrados na natureza, trata-se de Jóias, um ballet não narrativo que usa o nome e a cor das pedras preciosas, para representar diferentes compositores, constituindo assim um grande tributo ao período romântico da musica clássica.

Esmeraldas
Coreografia: Monique Araújo
Bailarinas: Andrea Carolino, Ana Lívia Miná, Flávia Britto, Tayze Araújo, Marica Clara Rêgo, Monique Araújo.

Topázio
Coreografia: Luana Alves
Bailarinas: Alice Bianca Cavalcanti, Caroline Donária, Isabel Vitória, Rebeca Borges, Sâmela Santos, Sara Leticia, Isis Loany, Ana Beatriz Santos, Tayla Costa, Liriel Gomes, Isabella Santos.

Esmeralda
Adaptação Coreográfica: Romero Mota
Bailarina: Hadassa Costa

COORDENAÇAO: Romero Mota
DIREÇÃO GERAL: Laudicéia Aguiar

 

Ariel Nóbrega - Teatro Municipal•    Escola de Dança do Teatro Municipal
 Bailarina: Ariel Nobrega
Variação: Fada Açucarada
Professora: Mikaeli Nunes

 

 

 

 

Foto Teatro Municipal•    Escola de Dança do Teatro Municipal

Coreografia: Mazurca

Música: Léo Delibes

Coreógrafa: Rita Franco

Bailarinos:Beatriz Guedes, Carla Jaqueline,Inaiama Aires, Ingrid Cunha, Luíza Oliveira Braz, Keldma Dias, Vitória Gondim e Well Macena

 

FOTO IPEN•    Ballet Juvenil do IPEN – Casinha de Brinquedo

       Coreografia: Releitura do Auto da Compadecida/Homenagem a Ariano Suassuna

Música: Sérgio Campelo

Coreógrafa: Rita Franco
Bailarinas: Heloisa Marques, Aylla Aparecida e Gabriela Dantas

 

 

 

 

 

Espetáculo: “Auto da Compadecida”
Grupo: Cia. Passo a Passo – PB

Hora: 17h
Local: Praça da Bandeira

 A Cia. de dança Passo a Passo apresentará a coreografia “Auto da Compadecida”, integrante do espetáculo de produção autoral intitulado “Uma noite no cinema”, que trará uma releitura de filmes, roteiros, personagens e trilhas sonoras, expressada por meio da linguagem da Dança do Ventre.

Ficha técnica:
Direção: Roberta Soares
Concepção do espetáculo: Roberta Soares, Danielly Inô e Sílvia Soares
Dançarinos:  Roberta Soares, Danielly Inô, Sílvia Soares, Renata Pontes, Larissa Lucena, Juliana Oliveira, Mariana Maciel, Bruna Pontes, Priscilla Gibson, Júlia Pontes, Letícia Mélo e Rafaella Chaves.
Iluminação: Napoleão Gutemberg
Trilha sonora: trilhas dos filmes
Figurinos: Emenildes Barbosa, Irece, Cris Iglesias e Jailza.
Coreografia: O Coletivo
Projeções em Vídeo: Roberta Soares e Fernanda Oliveira
Assistente de palco e de produção: Paulo Roberto e Matheus Oliveira
Realização: Núcleo de dança Passo a Passo

Grupo: Cia. Passo a Passo – PB

Espetáculo:  Finalistas do Programa Dom Dança, da TV Itararé – PB

Hora: 17h
Local:  Palco CAIXA – Praça da Bandeira

Finalistas: Spark & Smoke, Les Freres, Anderson & Paloma, Tap Campina, Trio Belly Dance, Young Style, Trial GD,  Ana Beatriz, Bruna Talita, Daniel Manzur, Elisson Custódio, Jardel Melo, Luiz Dancehall e Nisso Flex.

montagem

Hora: 21h
Local: Teatro Municipal

Espetáculo: “Casa de Carii”
Grupo: Ballet da Cidade de Niterói- RJ
Hora: 21h

A Companhia de Ballet da Cidade de Niterói traz a Campina Grande “Casa de Carii”, um espetáculo de dança que associa dança contemporânea e ritmos que exploram a brasilidade, com patrocínio de O Boticário na Dança, da Prefeitura de Niterói, do Governo do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Cultura, da Lei de Incentivo á Cultura do Rio de Janeiro e da Funarte através do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2014.

De acordo com estudos, há indicação da existência de uma tribo indígena denominada “Carii”, que habitava a região da atual cidade de Niterói. Segundo esta versão, “carioca” poderia significar “Casa de Carii” (carii+oka). Ao escolher ritmos cariocas como fonte de inspiração para o seu novo trabalho, a Companhia de Ballet da Cidade de Niterói mantém o seu desafio de propor a experimentação de diferentes formas de ver e entender a contemporaneidade sem rejeitar sua brasilidade.

Grupo: Ballet da Cidade de Niterói- RJ

Espetáculo: “Frestas, fôlego e pele”
Grupo: Balé Cidade de Campina Grande – PB

Hora: 21h   
Local: Teatro Municipal

Inquietação. Estranhamento. Reflexão. Essas três palavras bem que poderiam dar sentido a jornada que o bailarino e coreógrafo Romero Mota empreendeu há alguns anos. A partir de uma parada estratégica em seu percurso como criador, o artista fez, por força das circunstâncias, um caminho rumo a si mesmo que passou pela observação crítica de sua relação com aquilo que o define como criador: a dança.

Nesse período, enquanto se dedicava ao estudo do movimento em um outro nível – o da formação acadêmica em Educação Física – o coreógrafo Romero Mota viu com distanciamento o processo criativo na dança, ora com estranhamento, ora com nostalgia, mas sempre com um desejo de ir além de tudo que já tinha feito.

FICHA TÉCNICA

Concepção, Direção e Coreografia: ROMERO MOTA

Direção Artística e Produção Executiva: ERASMO RAFAEL

Interpretes Criadores: CAS SILVA, DANIEL SLID, ERIK BRENO, LIU

SANTOS, SAMUELY LAURENTINO E VAGNER GOMES

Professor de Ballet Clássico e Contemporâneo: ROMERO MOTA

Professora de Teatro: REGINA ALBUQUERQUE

Trilha Sonora Original: ROMERO MOTA

Iluminação: NAPOLEÃO GUTEMBERG

Figurino: CLÉCIUS ROCHA

Assistente de Produção: ALLEF CONNERY, BEATRIZ COSTA E FANNY

RODRIGUES

Fotografia: RONDINELLE DE PAULA

Mídias Sociais: SKARLLETY FERNANDES

Assessoria de Imprensa: MARIA ZITA

 

Grupo: Balé Cidade de Campina Grande - PB

Dia 20/08/2016

Espetáculo: Mostra de Dança Popular
Grupos: Cia de Danças e Cultura Popular Macambiras- RN, Tropeiros da Borborema, Acauã da Serra, Caetés, Raízes e Caísca- PB

Hora: 10h
Local: Palco CAIXA –  Praça da Bandeira

Cia de Danças e Cultura Popular Macambiras- RN

Formada em 19/10/2001 no município de Passa e Fica/RN com nomenclatura oriunda da MACAMBIRA, planta típica do nordeste brasileiro e facilmente encontrada em nossa região, surge a Cia de Dança e Cultura Popular Macambirais. A Cia, conta com 35 integrantes entre professores, dançarinos, músicos e atores. Ao longo dos quase 12 (doze) anos de vivência a Cia Macambirais, representou o município de Passa e Fica/RN, o Estado do Rio Grande do Norte e todo Nordeste brasileiro nos maiores festivais folclóricos do País. Atualmente, apresentamos o espetáculo, que tráz como título “ O RN DE TODAS AS RAÇAS ” montagem cênica, com 06 sequências das danças populares mais conhecidas e que melhor caracterizam a alma cultural do Nordeste Brasileiro e de nosso Fidedigno Rio Grande do Norte. Sob coordenação de Daris Júnior, Apoiada e incentivada pela Prefeitura Municipal de Passa e Fica, a Companhia Macambirais apresenta as danças: Coco de Roda, Dança do Araruna, Sequencia Nordestina de Danças de Salão, Festejo Junino , Alto do Boi de reis e Boi Paraíba.

 

Cia de Danças e Cultura Popular Macambiras- RN

Tropeiros da Borborema
Coreografia: “Dançando o Nordeste”

O Espetáculo Dançando o Nordeste retrata os costumes e as tradições de um povo, nordestino, através da dança folclórica, dos folguedos e do teatro popular, pautado em quadros que espelham os ciclos festivos. Guerreiro (ou Auto dos Guerreiros) é um folguedo do estado brasileiro de Alagoas. Dançado principalmente no Natal, onde homens dançam trajados com roupas vermelhas e azuis e pesados chapéus enfeitados com fitas coloridas e pequenos espelhos, em comemoração ao eventos do Natal. Originado na década de 20 e 30  pela junção do Reisado  e do Caboclinho, com influências da Chegança, Pastoril e Bumba-meu-boi. As canções e os recitais são acompanhados por acordeões, pífanos, tambores e pandeiros. As vestimentas dos participantes imitam igrejas,palácios e catedrais,nos diademas e coroas, guardapeitos, calções e  mantos.

Ficha Técnica
Dançarinos:
Ideval Dantas Santos
Damião Bruno Lima De Oliveira
Kellyane Ayres
Josyeri Lira
Natália Maria Silva
Jefferson Braga
Adalberto Costa
Maria Helena Da Silva Di Pace
Pâmella Dayanna César Santos
Simone Patrícia Silva De Menezes
Francisco Xavier Brilhante Júnior
Luan Wesley Araujo Da Silva
Beatriz Lorrany Aquino Ferreira
Rayanne Aluska Mendes De Sousa
Aianny Desirré Santos De Albuquerque
Helton Da Silva Salustiano
Maria Vitoria Barbosa Da Silva
 Kellianny Oliveira Aires
 Petryck Santos Hipólito
: Jefferson Santos Braga
 Kayo César Silveira Ferreira
Wesley Wilson Gomes Faria  
 Josiery Lira Dos Santos
Músicos:
Antonio  Ferreira Nunes
Gerson De Oliveira Brito
Antônio Vitoriano De Oliveira
Edmo De Carvalho Silva
Lucio Estevão De Melo
Diretoria:
Presidente : Gerson De Oliveira Brito
Vice Presidente: Antonio  Ferreira Nunes
Conselho Fiscal: Wescley Alysson Gomes Farias
                                Wesley Wilson Gomes Farias
                                       Maria Helena Da Silva Di Pace
Tesoureiro: Francisco Xavier Brilhante Júnior
ResponsáveisTecnicos Coreográficos:
Wescley Alysson Gomes Farias
Francisco Xavier Brilhante Júnior

Tropeiros da Borborema

Grupo de Dança Caetés
Coreografia: Frevo e Caboclinhos

O Grupo de Danças Caetés, que no início era apenas grupo colegial, foi fundado no ano de 1991 pelos professores Fláuber e Rosilene Gorgônio. O objetivo era oportunizar aos jovens, dançarinos e dançarinas, o conhecimento e a prática das danças de nossa cultura popular brasileira.
Já no primeiro ano de existência, o Grupo Caetés passou a praticar também as danças de salão para atrair os jovens para o mundo das danças folclóricas, como também para garantir uma maior versatilidade estilística ao seu trabalho. Na atualidade, o grupo mantém esses dois campos de interesse, dança folclórica e dança de salão, e deixou de ser apenas uma prática escolar passando a figurar em eventos de várias cidades.

FICHA TÉCNICA:

Dançarinos: FABIANO LIMA; FÁBIO BARBOSA;FLÁUBER GORGÔNIO; GUGA ALMEIDA; JULLYANNE RAYSSA; KELLY MENDONÇA; LUAN SOUZZA; MARCELA VITÓRIA; NEY COSTA; PÂMELLA SAMARA; PATRÍCIA SILVA; RAISSA CELINE; RAMON SOUSA; ROSILENE GORGÔNIO; THAYSE RAMAYNA
Coreografias:O Grupo
Iluminação:Jorge Ribeiro;
Sonoplastia: Matheus Guimarães
Figurinos: Concepção – Ivan Romão e Rosilene Gorgônio;
Costura: Sanilda, Ivone, Graça;
Direção Artística: Fláuber Gorgônio
Direção Geral: Rosilene Gorgônio.

Grupo de Dança Caetés

Cia. de Projeções Folclóricas Raízes
Coreografia: “CIRANDEIROS”

É uma coreografia que representa a figura do pescador que diariamente se aventura nas incertezas e mistérios do mar em busca do seu sustento e do sustento da família. Ao partir mar adentro os pescadores deixam mulheres e filhos em terra, que continuam a vida com trabalho e saudades daqueles que foram incertos de um dia voltar, porém, quando retornam tudo é festa e alegria, sentimentos que expressam executando uma das mais tradicionais e características danças das comunidades litorâneas, a Ciranda. Neste momento os pescadores e suas mulheres se entregam a outro ritual e são conhecidos como Cirandeiros.

Ficha Técnica:
Coordenação Geral: Ronildo Cabral e Juliane Cássia
Coreografias: Ronildo Cabral e Cia Raízes
Figurinos: Sérgio Nascimento
Pesquisa e edição musical: Jânio Francy e Ronildo Cabral
Ensaios: Inaldete de Paula e Fabíola Macêdo
Fotografia: Cinthia Celestino
Corpo Dançante:
Fabíola Macêdo Eduardo Neiva
Gabriela Cabral Juscelino Régis
Inaldete de Paula Jânio Francy
Juliane Cássia Mesaque Misael
Thaisa Cabral Ronildo Cabral
Joane Cabral Sérgio Nascimento
Dione Ana Júnior Lima
Elizandra Rodrigues Anderson

Cia. de Projeções Folclóricas Raízes

Caísca
Coeografia: “Folias de Carnaval”

Com  “Folias de Carnaval”,   a Cia. Caísca, faz um resgate da cultura do carnaval através de movimentos e manifestações da cultura popular que traça um caminho nostálgico dos antigos bailes de carnavais, e de sua estória através do ”Pierrot e da Colombina”, até as manifestações de rua  da “La Ursa” , “Boi”, “Papangu”, “Caboclinhos” e “Frevo”, mas sempre buscando transmitir o sonho e a alegria, e  “Viva o Carnaval”.

FICHA TÉCNICA

Dançarinos

Adriel Barbosa     
Aleksandro Sousa     
Edgar Sousa      
Elexandra Sousa     
Higor Santos       
Luana Santos        
Luiz Carlos       
Marcia Ferreira    
Natane Lima        
Paloma Silva        
Tayana Lira        
Fernanda Sousa        
Karol Sousa  

Músicos

 Juscileia Assis
José Mario
José Carlos
Laudemir Ramos
Carlos Costa        
Coreografo: Alexandre Felizardo
Coordenadora: Bettania Santos

Caísca

:: DIA 20/08/2016

Espetáculo: “Let the seasons begin
Grupo: Terra Brasílis  – PB

Hora: 17h
Local: Praça da Bandeira

“Let the seasons begin”, que comece a temporada, é a tradução literal para esta menifestação de alegria e romantismo que a Terra Brasilis Cia de Dança quer retratar. Neste espetáculo, os bailarinos são embalados por uma época onde o amor, as relações de amizade e a liberdade determinam a vida das pessoas. Ele também serve de reflexão para nós, que estamos neste mundo, que vem perdendo a suavidade do abraço, do sorriso, do altruísmo e da felicidade.

Ficha técnica:
Direção de Espetáculo: Rodrigo Araújo
Direção Coreográfica: Rodrigo Araújo e Liu santos
Produção: Diego Bezerra e Samuely Laurentino
Bailarinos: Jefferson Xavier, Jéssica Taveira, Liu Santos, Rayssa Pavlovna, Rodrigo Araújo e Vanessa Rayla
Trilha sonora: Beirut

Grupo: Terra Brasílis – PB

Espetáculo: “Dance Now”
Grupos: LET’S GO- PB

Hora: 17h
Local: Palco CAIXA – Praça da Bandeira

O início do espetáculo “Dance Now” faz referência ao programa de TV norte americano chamado “Soul Train”, onde, em uma parte do programa, os “Soul Train Dancers” eram convidados ao palco e dançar de forma espontânea. No decorrer do espetáculo, mostra-se um pouco da evolução das Danças Urbanas focando, principalmente, nas evoluções de movimentos e técnicas das três principais danças de fundação (o locking, o popping e o breaking). Conservando características de coreografias anteriores, como a interpretação e a utilização de um repertorio musical diferenciado, “Dance Now” (Dance Agora) traz uma energia contagiante que convida a todos para dançar.   

Ficha técnica

Direção: Hianne Alves  
Coreógrafos: Let’s Go Grupo de Dança  
Coreografia: Dance Now  
Produção: Let’s Go Grupo de Dança  
Assistente de Produção: Sara Tavares

DANÇARINOS   
– Átila Dias  
– Daniel Manzúr  
– David Guedes   
– Hianne Alves  
– Júlia Gonçalves  
– Neto Marques  
– Rafael Augusto  

Grupos: LET’S GO- PB

Espetáculo: “African Dreams” e “Dembow Dance”
Grupos: DEMBOW DANCE-PB

Hora: 17h
Local: Praça da Bandeira
COREOGRAFIA 1: AFRICAN DREANS

A composição coreográfica e musical de ”African Dreams” foi feita a partir de uma pesquisa sobre a cultura afro e algumas de suas danças consideradas ‘’Urbanas’’, como o Dancehall e Afro-House, fusionados a alguns elementos do Dembow Dance. A coreografia aborda a forma como a dança  é tratada em grande parte dos acontecimentos da vida africana, onde a mesma se dá como forma de linguagem, e expressão corporal  utilizada seja no nascimento, morte, plantio ou colheita; ela é a parte mais importante das festas realizadas para agradecer a ‘’Deus’’ ou aos ‘’deuses’’ dependendo da crença, uma colheita farta. As danças africanas variam muito de região para região, mais a maioria delas tem certas características em comum. Os participantes geralmente dançam em filas ou em círculos, raramente dançam a sós ou em par. A coreografia procura mostrar a alegria demonstrada na dança em meio às dificuldades ou conquistas, como também retrata características corporais marcantes desse povo.
COREOGRAFIA 2: 50 Sombras

A coreografia tem como principal objetivo a retratação de um novo conceito coreográfico em danças urbanas, intitulado Dembow Dance. Como também o objetivo de expor uma dança majoritariamente discutida, tanto no que se refere a danças urbanas e cultura Hip-Hop, como pelo teor sensual nas coreografias e de como o corpo é retratado na dança. Ela busca uma quebra de tabus da utilização do corpo na dança, principalmente nas danças urbanas. Após essas reflexões e questões levantadas do que ‘’pode e não pode’’ se dançar em palco, e sobre a formação de plateia em dança, a coreografa e professora Giordana Leite, quanto olhar também de dançarina, traz  uma coreografia de performance marcante da cultura Porto-Riquenha e Afro-Jamaicana. Trazendo assim para a coreografia, o Reggaeton cubano, o Dancehall, e o Twerk dance, fusionados aos passos específicos de criação nacional (dembow dance).
DEMBOW DANCE-PB

Espetáculo: Os sonhadores  
Grupo: ROÇA CITY- PB

Hora: 17h
Local: Praça da Bandeira

Ficha técnica
Jefferson Araujo Dos Santos , Daniel David Manzur , Wesley Araujo de Souza , Vinicius Felipe   Silva, Murilo Muka, Daniel Batista , Wanderson Araujo , Genilson Santos

 ROÇA CITY- PB

:: DIA 22/08/2016

Espetáculo:  “Três mulheres e um Borbado de Sol”
Grupos: Compassos Cia de Dança- PE

Hora: 18H – 1º Sessão e 21h – 2º Sessão
Local: Teatro Municipal Severino Cabral

“Três mulheres e um bordado de sol” leva à cena as marcas vividas no encontro do grupo durante três anos de pesquisas literárias, visuais e corporais com a presença constante e cortante das obras e biografias de três artistas que deixaram sua voz ecoando em poesia para o mundo.
O mais recente do repertório, “Três…” é um espetáculo de dança-teatro concebido a partir das obras e biografias de Clarice Lispector, Edith Piaf e Frida Kahlo. Um olhar dançado sobre o encontro, que borra fronteiras entre dança, teatro, literatura e música, a partir do ser mulher criando sua própria história no mundo.

FICHA TÉCNICA

Direção geral – Raimundo Branco
Pesquisa histórica, literária e dramatúrgica: Silvia Góes
Concepção dramatúrgica: Raimundo Branco e Silvia Góes, com colaboração artístico-poética de Patrícia Costa.
Direção corporal e arrumação cênica: Raimundo Branco e elenco
Bailarinos: Anderson Monteiro, Eron Villar, Diogo Lins, Marcela Aragão, Marcela Rabelo, Patricia Costa e Raimundo Branco.
Desenho de luz: Eron Villar
Operação de luz: Eron Villar, Raimundo Branco e elenco
Cenografia: Raimundo Branco
Figurino e adereços: Beth Gaudêncio
Confecção: Nafis Santana
Trilha sonora – pesquisa, organização e operação: Raimundo Branco
Designer gráfico: Iara Sales
Preparação vocal: Carlos Ferrera
Direção dos cantos finais: Kleber Santana
Fotografia: Rogério Alves Sobrado 423 / Pedro Portugal, e Vanessa Alcantara
Vídeos: Rogério Alves e Silvio Barreto
Produção executiva: Patrícia Costa e Raimundo Branco

 

Espetáculo:  “Em outro Lugar”
Grupo: Corpo de baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro – RJ

Hora: 17h
Local: Palco Praça – Praça da Bandeira

Com o patrocínio de O Boticário na Dança, o Governo do Rio de Janeiro, a Secretaria de Estado do Rio de Janeiro e a Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, a KBMK e a Dance Solutions, apresentam “Em outro lugar”, espetáculo inspirado em “O Lago dos Cisnes”, um dos mais famosos espetáculos de ballet clássico do mundo. Rodrigo Negri, nome de referência nacional da dança brasileira, inspirou-se nessa grande obra para coreografar este espetáculo com bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, a única instituição do país que possui uma Companhia de Ballet Clássico com um dos corpos de baile de maior prestígio do país.
        
Ficha Técnica
 
Rodrigo Negri – direção artística (BTMRJ)
Luiz Kerche – produção executiva
Bailarinos:
Claudia Mota – (Primeira bailarina BTMRJ)
Priscilla Mota – (BTMRJ)
Monica Barbosa – (BTMRJ)
Paula Damiane – (BTMRJ)
Viviane Barreto – (BTMRJ)
Edifranc Alves –  (Primeiro solista BTMRJ)
Murilo Gabriel –  (Se solista BTMRJ)
Paulo Muniz –  (BTMRJ)
Sandro Fernandes –  (BTMRJ)
Vilmar Olos – Desenho de Luz
Avant Premiére – Figurinos
Karla Kalife – Fotografia e Projeto Gráfico
Patrocínio – O Boticário na Dança, Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado do Rio de Janeiro e Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro
Correaliazação – Tanz Produções, CBCN
Realização – Dance Solutions e KBMK Empreendimentos Culturais

Corpo de baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro – RJ

Espetáculo:  
Grupos: Cláudia Mota – RJ

Hora: 17h
Local: Palco CAIXA – Praça da Bandeira
FOTO

CURSOS E OFICINAS
•    Ballet Clássico
•    Dança Contemporânea
•    Dança Contemporânea
•    Tribal