Notícias


46º FICG encerra programação com a Mostra de Teatro

46º FICG encerra programação com a Mostra de Teatro


Postado por ascom em 24 de agosto de 2021

O Festival de Inverno de Campina Grande encerra a programação de sua 46º edição com a Mostra Nacional de Teatro. Uma mesa redonda e três espetáculos integram as atividades de hoje. Pela manhã aconteceu a mesa redonda “Curadoria e Crítica Teatral em tempos do TEATR-ON”, com os debatedores Tania Brandão do Rio de Janeiro e Valmir Santos de São Paulo. Tania é historiadora, com especialização em História do Teatro Brasileiro, Metodologia da Pesquisa em História do Teatro e Estudos de Crítica Teatral. Já Valmir é jornalista e crítico fundador do site Teatrojornal – Leituras de Cena.     A noite, a partir das 18h, começam as transmissões dos espetáculos de teatro. O primeiro deles é o experimento cênico “Eu-casa”, do Grupo Parahyba Rio Mulher, de João Pessoa. Nesse experimento, o elenco conduz o público em um jogo virtual no qual ele realiza uma visita à casa das atrizes, percorrendo os espaços do lar e os espaços de suas próprias histórias. O “Eu-casa” é uma performance virtual multiplataforma e interativa,  que conta com recursos do whatsapp (ou e-mail), do Instagram e do Zoom para realizar a jornada através de um jogo interativo.     Em seguida, às 19h, tem a transmissão do espetáculo “Insônia – Titus Macbeth”, do Escritório das Artes de São Paulo. Nessa peça, Macbeth e Titus Andronicus, duas das mais sanguinárias tragédias de Shakespeare se fundem. Lady Macbeth nos conduz por uma trama de ambição e assassinato, enquanto acompanhamos Titus em sua insana espiral de vingança. Enquanto a encenação acontece, as câmeras circulam entre os atores dentro de uma grande instalação, criando para o espectador a sensação de estar dentro do palco junto dos personagens.     Encerrando a noite, o Grupo Galpão apresenta o espetáculo “Sonhos de uma noite com o Galpão”. A encenação acontece direto de Minas Gerais com transmissão para o Teatro Municipal e YouTube. A peça faz uma viagem onírica, poética e essencialmente teatral a partir da coleta e da pesquisa de mais de 150 sonhos nesse período de pandemia. Esse trabalho mergulha no universo dos sonhadores, convidando o público a compartilhar desta experiência e adentrar nestas frestas que misturam teatro e audiovisual. O espetáculo teve sua estreia nacional no último sábado, dia 21 de agosto, e encerra a programação do 46º Festival de Inverno de Campina Grande. As transmissões dos espetáculos acontecem no Teatro Municipal através de um telão para o público e também no canal do festival no YouTube. Após a transmissão de cada espetáculo, acontece um debate entre atores, público e internautas sobre as montagens. O ator e diretor de teatro Chico Oliveira vai ser o mediador. Os ingressos para...

Leia Mais

A penúltima noite do Festival de Inverno de Campina Grande leva para o palco do Teatro Municipal Severino Cabral shows e palestra com artistas paraibanos. A programação de hoje é dedicada à música. As atividades começam a partir das 15h com a palestra on-line “Letrista e o compositor: A arte da parceria musical”, ministrada pelo escritor, letrista e dramaturgo Bráulio Tavares. A palestra é mediada pelo compositor e cantor Sócrates Gonçalves. Dentro da programação da Mostra de Música acontece ainda, a partir das 18h30, o show “Mais que nunca é preciso Cantar”, com a participação dos cantores de Campina Grande Adília Uchôa, Alexandre Tann, Regina Sampaio, Lucas Barreto, Gitana Pimentel, Junior Meneses e Thaís Soares. A apresentação comemora a volta desses artistas ao palco após quase dois anos sem fazer apresentações.                          Em seguida, a banda Varal de Cabaré, também de Campina Grande, leva ao público “Exagero da Paixão”, show que traz grandes sucessos de ritmos como lambada, carimbó e brega. A última atração da noite é a banda Seu Pereira e Coletivo 401 com a apresentação intitulada “Nosso Som”. O grupo pessoense apresenta seu trabalho autoral marcado pelo hibridismo musical e com letras que retratam a vida cotidiana.     Tanto a palestra quanto os shows acontecem no Teatro Municipal e serão transmitidos pelo canal do festival no YouTube. Os ingressos podem ser retirados gratuitamente no site sympla.com.br/tmsc. O Festival de Inverno é uma realização do Solidarium – Instituto de Arte, Cultura e Cidadania, juntamente com a Prefeitura Municipal. Também tem o apoio de empresas e instituições da cidade e conta com recursos da Lei Aldir Blanc.   Confira a programação:   Mostra de Música 46º FICG   Segunda-feira – 23 de agosto   15h – Palestra: “Letrista e o compositor: A arte da parceria musical.” Palestrante: Bráulio Tavares (PB) Mediador: Sócrates Gonçalves (PB) Local: Teatro Municipal e Transmissão via Canal do YouTube   18h30 – Show: Mais que nunca é preciso Cantar Artistas: Adília Uchôa, Alexandre Tann, Regina Sampaio, Lucas Barreto, Gitana Pimentel, Junior Meneses, e Thaís Soares. (PB) Local: Teatro Municipal e Transmissão via Canal do YouTube   20h – Exagero da Paixão Varal de Cabaré (PB) Local: Teatro Municipal e Transmissão via Canal do YouTube   21h – Nosso Som Seu Pereira e Coletivo 401 (PB) Local: Teatro Municipal e Transmissão via Canal do...

Leia Mais
Mostra de Nacional de Cinema do 46º FICG homenageia Glauber Rocha

Mostra de Nacional de Cinema do 46º FICG homenageia Glauber Rocha


Postado por ascom em 22 de agosto de 2021

No ano em que a morte do cineasta Glauber Rocha completa 40 anos, a Mostra Nacional de Cinema do Festival de Inverno de Campina Grande vai fazer uma homenagem ao cineasta. A Mostra “Glauber Vivo” acontece a partir das 18h. Dentro da programação será realizada a exibição online do longa-metragem “Antena da Raça”, dirigido por Paloma Rocha e Luís Abramo.  O filme busca uma apropriação e discussão sobre a realidade do Brasil a partir dos diálogos, trechos, cenas de filmes e da participação de Glauber Rocha na televisão no programa “Abertura” da Rede Tupi, no final dos anos de 1970.     Após a exibição do Filme vai acontecer um debate sobre o tema “A importância de Glauber Rocha na contemporaneidade”, com a participação de Paloma Rocha, Luís Abramo (Realizadores) e José Umbelino (UFBA). Paloma Rocha é filha do cineasta e ressaltou a importância da homenagem, principalmente em um ano marcado pelo incêndio que atingiu a Cinemateca Brasileira, destruindo parte do acervo de Glauber Rocha. “É um momento difícil pelo qual o país está vivendo, é um momento difícil em relação à preservação da obra do Glauber, mas, o mais importante é que através de ações como essa que o pensamento dele permanece vivo, que é sempre muito inspirador e libertador também”, complementou Paloma sobre a homenagem. O curador da mostra Romero Azevedo ressalta a atualidade dos filmes produzidos pelo cineasta para compreensão do Brasil do século 21. “A obra revolucionária e libertária de Glauber Rocha inspira, impulsiona, provoca, instiga, propõe não apenas reflexões, mas ações”, explicou o curador sobre a produção do cineasta.  Para Romero, Glauber, e os cinema novistas, não inovaram apenas na linguagem cinematográfica. Eles foram além, criando uma economia cinematográfica própria que permitiu a produção, distribuição e exibição de seus filmes no Brasil e na Europa. Os ingressos para a Mostra “Glauber Vivo”, com a exibição do filme e debate, já estão disponíveis gratuitamente no site: sympla.com.br/tmsc. A programação vai acontecer Teatro Municipal com transmissão pelo canal do festival no YouTube. Este ano o Festival de Inverno de Campina está em sua 46ª edição e acontece entre os dias 20 e 24 de agosto. O evento é realizado pelo Solidarium – Instituto de Arte, Cultura e Cidadania, juntamente com a Prefeitura Municipal....

Leia Mais
Feira Central recebe Mostra de Música do 46º FICG

Feira Central recebe Mostra de Música do 46º FICG


Postado por ascom em 21 de agosto de 2021

A programação da Mostra Nacional de Música do Festival de Inverno teve início na manhã de hoje, na Feira Central. Três grupos de chorinho de Campina Grande se apresentaram, quebrando a rotina e levando arte para os feirantes e pessoas que passavam pelo local. O cantor Severo Ramos foi a primeira atração. Ele apresentou ao lado dos filhos o show “Nossos Momentos”. Em seguida, o Choro Novo trouxe músicas dos principais compositores do chorinho na apresentação intitulada “O Choro Brasileiro”. Quem encerrou a manhã de atividades musicais foi o Movimento Beba do samba e o Grupo Bambas de Cartola. Estas últimas duas apresentações aconteceram como contrapartida da Lei Aldir Blanc no FICG.     A Mostra de Música continua com suas atividades na próxima segunda-feira, dia 23 de agosto. A programação tem início às 15h com a palestra “Letrista e o compositor: a arte da parceria musical”, ministrada por Bráulio Tavares. A noite, no Teatro Municipal, tem o show “Mais que nunca é preciso Cantar”, além das apresentações de Varal de Cabaré e Seu Pereira e Coletivo 401. Confira a programação completa aqui.   Fotos: Rondinelle de Paula    ...

Leia Mais
Primeira noite do 46ª FICG é dedicada à Cultura Popular

Primeira noite do 46ª FICG é dedicada à Cultura Popular


Postado por ascom em 21 de agosto de 2021

A primeira noite do 46º Festival de Inverno de Campina Grande foi dedicada à Cultura Popular, com apresentações dos grupos parafolclóricos da cidade, repentistas e palestra-espetáculo sobre o tema. A solenidade de abertura teve início no Teatro Municipal com a fala da idealizadora do Festival de Inverno e presidente do Solidarium – Instituto de Arte, Cultura e Cidadania, Eneida Agra Maracajá. Em seguida, o prefeito de Campina Grande Bruno Cunha Lima falou de sua relação com a cultura local e a importância do FICG. Ele foi o homenageado da noite pelo apoio dado a realização do evento em 2021, mesmo nesse período de Pandemia.                           A programação começou com os poetas populares Iponax e Ivanildo Vila Nova, que encantaram o público do teatro e os internautas com os versos de improviso da cantora de viola. Logo após, aconteceu a “Celebração do Bumba Meu Boi” apresentado pelos grupos Acauã da Serra, Cia Raízes, Caetés, Tropeiros da Borborema e Cia Livre, com a participação do Boi Racionais do bairro da Conceição.                           A noite foi encerrada com a palestra-espetáculo “A Cultura Popular no Brasil”, ministrada pelo cantor, bailarino, ator e pesquisador Antônio Nóbrega. A palestra acontece online e foi transmitida para o público do teatro através de um telão e para os internautas através do canal do festival no YouTube. O 46º Festival de Inverno é uma realização do Solidarium – Instituto de Arte, Cultura e Cidadania e Prefeitura Municipal de Campina Grande. A programação do evento segue até a próxima terça-feira, dia 24 de agosto.   Fotos: Rondinelle de Paula...

Leia Mais
Intervenção Urbana abre a programação do 46º FICG

Intervenção Urbana abre a programação do 46º FICG


Postado por ascom em 19 de agosto de 2021

  A programação do 46º Festival de Inverno de Campina Grande vai começar nesta sexta-feira, 20 de agosto, com a Intervenção Urbana “Tecnobodies: revolução ou docilização dos corpos?”. A ação artística vai acontecer a partir das 10h na Praça da Bandeira e Calçadão da Rua Cardoso Vieira, no centro da cidade. A intervenção urbana aborda a relação dos corpos humanos com a tecnologia, buscando a reflexão sobre os dispositivos tecnológicos na vida das pessoas, principalmente nesse período de distanciamento social causado pela pandemia da Covid-19. Participam da intervenção seis bailarinos de Campina Grande, são eles: Beatriz Xavier, Cais Silva, Jéssica Taveira, Marina Carneiro, Beatriz de Melo Paiva e Stenyyo Pablo. A performance artística tem direção de Myrna Agra Maracajá. A diretora explicou que este ano o Festival de Inverno acontece dentro de um cenário marcado pela pandemia, e que, tanto no seu formato híbrido de realização quanto nos espetáculos que vão ser apresentados, há muito fortemente a presença do elemento tecnologia, principalmente devido a esse momento que estamos atravessando onde as relações foram extremamente virtualizadas. “Como é que nós podemos pensar essa relação do corpo humano com, por exemplo, o smartphone? Podemos considerar, nos dias de hoje, o smartphone como um órgão do nosso corpo, uma extensão do nosso corpo, ou uma parte mesmo do corpo. Então, esta é a proposta da intervenção urbana neste ano em que o festival adentra no mundo virtual”. Também no primeiro dia do FICG vai acontecer, às 14h, a realização da Oficina de Perré com a bailarina e pesquisadora Maria Eugenia Tita. A noite, a partir das 19h, será realizada no Teatro Municipal a abertura oficial do evento com a “Celebração do Bumba meu Boi”, os poetas populares Inavildo e Iponax Vila Nova, e ainda a realização da palestra “A Cultura Popular no Brasil”, ministrada por Antônio Nóbrega. O 46º Festival de Inverno é uma realização do Instituto Solidarium e Prefeitura Municipal de Campina Grande. Este ano o evento vai acontecer no Teatro Municipal Severino Cabral, Praça da Bandeira e Feira Central.   Sobre a Intervenção Urbana: “Tecnobodies: revolução ou docilização dos corpos?”* “Estou na rede, logo existo”. Estar conectado é o novo critério de inclusão, na sociedade do espetáculo. Nada pode ficar de fora. O olhar, atento, sobre os corpos, cria um novo espaço, onde não sabemos o que está dentro e nem o que está fora. O que é real e virtual? Com que corpo se faz corpo? A tecnologia é uma extensão do corpo e ou funde-se a...

Leia Mais